De regresso a terras lusas

Há quase dois meses que regressámos do EWOB e ainda não encontrei inspiração para escrever sobre isso. Tal como suspeitava, a segunda vez não foi tão boa como a primeira. Não que tivéssemos tocado mal ou dado barraca, longe disso. Defendemos muito bem a nossa música e conseguimos algumas ovações. Sentadas, porque a média de idades do público no EWOB ronda os 65 anos. É sem dúvida um festival de reformados. Calma, se calhar estou a ser injusto. Há muita malta nova a vibrar com o bluegrass. Muitos deles ainda nem têm idade para conduzir e já tocam tanto que fazem corar de inveja os velhotes que andam nisto há décadas. Eu que o diga, que o PDI já pesa. Mas de qualquer forma a malta safou-se. Depois de três dias a comer almôndegas e a tocar com os cromos mais difíceis de Voorthuizen e arredores, regressámos a casa mais ricos. Musicalmente, entenda-se, pois toda a gente sabe que este negócio não é sustentável.

 

This slideshow requires JavaScript.

About stonebonesandbadspaghetti

Os Stonebones & Bad Spaghetti nasceram da paixão pela música improvisada, vibrante e contagiante do Bluegrass. São a única banda de Bluegrass portuguesa (até provas em contrário)
This entry was posted in E assim foi. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s